segunda-feira, 21 de março de 2011

Quando percebi que de nada servia procurar pois quem me completava era alguém que provavelmente não existia apareceste.
Apaixonei-me por alguém que nunca tinha visto. O que és, o que pensas, como pensas, como sentes, encantou-me de tal forma que me era já impossível tirar-te do meu pensamento por um minuto que fosse.

Hoje muitos momentos passados, muitos muros derrubados, alguns sonhos alcançados, a luta diária para alcançar outros comprova-me que não me enganei e sim que a ideia inicial com que fiquei de ti estava muito à quem da pessoa maravilhosa e única que és. Mesmo assim ainda me consegues surpreender e hoje surpreendeste. Cada vez que o consegues a chama que sinto cá dentro cresce mais tornando a monotonia do quotidiano em algo maravilhoso fazendo com que me sinta uma privilegiada em partilhar contigo o dia-a-dia.


1 comentário: